0

O que está acontecendo com preço do cobre?

A flutuação no valor da moeda usada para precificar commodities geralmente afeta uma parte de seu preço. Vale notar que desde março de 2022, o dólar americano (símbolo de mercado: DXY) perdeu 10% de seu valor. Logo, seria de se esperar que os preços das commodities aumentassem em um valor semelhante, ou cerca de 10%. 

Com esse cenário, especuladores de fundos de hedge chineses que acreditavam que o uso do cobre em negociações de garantias seria menos desejável teriam empurrado os preços do cobre para baixo. 

As pessoas estão preocupadas com o declínio do cobre, uma vez que ocorre após uma série de dados não confiáveis ​​da China. Embora existam alguns problemas do lado da oferta para certos metais, outros metais básicos se saíram muito melhor em comparação.

Importante ressaltar que os preços dessas commodities pouco negociadas são influenciados pela especulação. No entanto, não há números conclusivos que suportam a afirmação de “demanda de oferta”. Isso porque a oferta está potencialmente quase sempre disponível, enquanto a demanda é comparativamente linear ao longo do tempo. 

Cobre luta para ganhar força com os dados da China prevalecendo

Embora um dólar americano mais fraco tenha fornecido algum suporte, os preços do cobre perderam o ritmo na quarta-feira. Isso ocorreu depois que uma leitura de baixa de sete meses nas estatísticas da economia da China diminuiu a confiança.

Dessa maneira, o contrato de cobre de janeiro mais negociado na Bolsa de Futuros de Xangai caiu 0,3%, para 64.650 yuans (US$ 9.056,52) por tonelada, enquanto o cobre de três meses na Bolsa de Metais de Londres subiu 0,3%, para US$ 8.057,5 por tonelada. 

Um negociante de futuros em Xangai afirmou que “os números mais fracos do que o esperado estranhamente diminuíram o entusiasmo positivo anterior”.

Vale notar que a sessão anterior viu um aumento nos preços do cobre. Isso ocorreu após ser impulsionado pelas expectativas de que Pequim poderia relaxar sua política COVID-19 e  fornecer assistência ao setor imobiliário em dificuldades. 

De acordo com o JP Morgan, o caminho pode ser difícil, embora seu cenário básico implique uma provável mudança na política da China para a reabertura a partir da próxima primavera. 

Além disso, investidores de todo o mundo estão esperando ansiosamente o discurso do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, em busca de pistas sobre a direção que o Banco Central dos EUA tomará em sua política monetária.

Enquanto isso, à medida que se torna mais acessível para quem não possui dólares comprar commodities com preços em dólares, o índice do dólar caiu de uma alta de 20 anos alcançada em 28 de setembro. 

Logo, isso sustentou os preços de alguns metais, o alumínio se manteve estável em US$ 2.378,5 por tonelada, o zinco aumentou 0,2%, para US$ 2.940 por tonelada e o chumbo aumentou 0,3%, para US$ 2.140 por tonelada. Por outro lado, o estanho caiu 1,7%, para US$ 22.400 por tonelada.

Por fim, o níquel aumentou 3%, para 199.530 yuans por tonelada. Já o zinco caiu 1%, para 23.690 yuans por tonelada. Enquanto, o estanho caiu 0,6%, para 183.640 yuans por tonelada na Bolsa de Futuros de Xangai (SHFE, sigla em inglês).

  • Support
  • Platform
  • Spread
  • Trading Instrument
Comments Rating 0 (0 reviews)


você pode gostar também

Leave a Reply

User Review
  • Support
    Sending
  • Platform
    Sending
  • Spread
    Sending
  • Trading Instrument
    Sending