14

Tarifas dos EUA sobre a China Tensões aumentam com negociações

TARIFAS DOS EUA SOBRE CHINA – A China “rompeu o acordo”, segundo o presidente Donald Trump, que prometeu impor novas tarifas às importações chinesas. A China, por sua vez, disse que está pronta para retaliar.

De acordo com o escritório do Representante de Comércio dos EUA na sexta-feira passada, os EUA estavam prontos para aumentar as tarifas de $200 bilhões em mercadorias chinesas de 10% para 25%.

Na quarta-feira, Trump acusou a China de romper o acordo, afirmando que a China pagaria se os dois países não chegassem a um acordo.

“Acabei de anunciar que aumentaremos as tarifas sobre a China e não voltaremos atrás até que a China pare de enganar nossos trabalhadores e roubar nossos empregos, e é isso que vai acontecer. Caso contrário, não faremos negócios com eles.” disse Trump em um comício na Flórida.

Enquanto isso, a China respondeu dizendo que iria retaliar se o aumento tarifário ameaçado fosse implementado.

“O aumento do atrito comercial não é de interesse do povo dos dois países e dos povos do mundo,” disse o Ministro do Comércio chinês. “O lado chinês lamenta profundamente que, se os EUA implementarem medidas tarifárias, a China terá que tomar as contramedidas necessárias.”

O vice-primeiro-ministro chinês, Liu He, e outros negociadores chineses estão indo para Washington na tentativa de salvar um acordo comercial que, de repente, se desfez após uma semana de expectativas otimistas para dar fim à disputa comercial “olho por olho” entre as duas maiores potências econômicas do mundo.

Detalhes vêm à tona

Detalhes do motivo da súbita explosão das negociações comerciais vieram à tona.

No último final de semana, a China supostamente pediu mudanças substanciais no texto das negociações, o que levou Trump a ameaçar a China com tarifas mais altas.

Ainda não está claro se os dois lados podem chegar a algum tipo de acordo antes que as tarifas entrem em vigor na sexta-feira.

“Recebemos um indício de que eles querem fazer um acordo”, segundo Sarah Huckabee Sanders, secretária de imprensa da Casa Branca.

Por outro lado, os especialistas da China estavam em dúvida; dizendo que a prioridade de Liu He seria reunir informações sobre como os países poderiam proceder. Ele também tentaria impedir o aumento das tarifas do presidente dos EUA.

“Eu acho que um acordo esta semana é altamente improvável, porque essa perspectiva seria muito difícil para a China”, disse Eswar Prasad, que é ex-diretor da divisão chinesa do Fundo Monetário Internacional. “Há um enorme nível de desconfiança nos dois lados.”

“No meu estudo das táticas de negociação chinesas, em quase todos os casos, eles acreditam que é no jogo final que podem marcar mais pontos”, disse Michael Pillsbury, estudioso da China no Instituto Hudson e conselheiro sobre a China para a Casa Branca. “Eles estarão totalmente preparados para esta fase final.”

Receba as últimas notícias sobre economia, negociações e Forex no Finance Brokerage. Confira a nossa extensa seção de educação em negociações e lista das melhores corretoras de Forex aqui. Inscreva-se agora e receba atualizações GRATUITAS sobre o mercado hoje!

Sending
User Review
0 (0 votes)

Leave a Reply

Subscribe to Our Newsletters

Have the best of Finance Brokerage News delivered directly to your mailbox. Subscribe now to receive the latest market news.

Welcome to Email Subscribers Group Selector