quora Mercado de trabalho próspero mostra que Fed estava certo
0 7

Mercado de trabalho próspero mostra que Fed estava certo

O Fed pode estar certo sobre seus três cortes nos juros deste ano diz o antigo vice-presidente Kohn. O relatório da empresa divulgada na sexta-feira indica que o mercado de trabalho dos EUA criou 266.000 novos empregos em novembro. Ao mesmo tempo, o desemprego encolheu para 3,5%, o nível mais baixo registrado este ano.

Juros estabelecidos corretamente

Kohn expressou apoio aos cortes nas taxas que o Fed fez este ano. Em declarações à CNBC, o ex-vice-presidente do Fed disse que os fortes relatórios trabalhistas de novembro são uma indicação de que as taxas foram ajustadas. Seu objeto particular de apoio foi a taxa de inflação abaixo de 2% na maior parte do ano.

O Federal Reserve fez movimentos ousados ​​no início deste ano, reduzindo as taxas três vezes. Além disso, reduziu sua taxa de referência em 25 pontos no mesmo período. A taxa média do fundo de referência agora varia entre 1,5% e 1,75%, ajudando a estimular o crescimento no mercado de trabalho.

Na mesma nota, os relatórios trabalhistas de sexta-feira indicaram que o mercado de trabalho cresceu em até 266.000 empregos em novembro. Esse número ofusca as estimativas feitas anteriormente por economistas do mercado de trabalho, expandindo em 187.000 empregos no mesmo período.

A taxa de desemprego de 3,5% que reinou em novembro foi igual a uma marca anterior mais baixa da mesma taxa. Uma taxa de 3,5% também é a mais baixa que o desemprego no país desde 1969. Todo esse progresso ocorre quando os EUA estão se concentrando mais nos mercados domésticos diante de uma guerra comercial com a China.

Sentimentos Otimistas

Embora o presidente do Fed, Jerome Powell, tenha indicado uma probabilidade de interromper as políticas de flexibilização, os efeitos continuam se infiltrando. Os economistas descrevem a economia dos EUA como forte e robusta. Esse sentimento é motivado pelo fato de os gastos do consumidor terem aumentado significativamente. Além disso, a economia continua a ser resiliente diante das pressões externas da China e do dilema do Brexit.

Donald Trump, no entanto, não compartilha os mesmos sentimentos que os economistas. O presidente insiste que o Fed precisa fazer mais a respeito de suas políticas de flexibilização. O presidente argumenta que, para o país permanecer competitivo na economia mundial, a flexibilização precisa se estender ainda mais. Ele também aponta que alguns países têm taxas de juros negativas. Os comentários do presidente sobre esse assunto agitam os mercados com frequência e são classificados como as principais notícias econômicas.

Reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto

O Comitê Federal de Mercado Aberto estará reunido na próxima semana e, apesar da pressão do presidente, as taxas podem permanecer inalteradas. Os fortes dados dos relatórios trabalhistas de sexta-feira parecem apoiar o argumento de Kohn de que as taxas permanecerão inalteradas.

Em seu argumento, Kohn diz que o mercado de trabalho está apresentando um bom desempenho nas taxas atuais e não há necessidade de reduzi-las ainda mais. Ele sugere que a próxima mudança as aumentaria em 25 pontos-base. O aumento, segundo ele, é possível se a inflação subir em breve para atingir o nível de 2% que o Fed está almejando.

Comments Rating 0 (0 reviews)

Receba as últimas notícias sobre economia, negociações e Forex no Finance Brokerage. Confira a nossa extensa seção de educação em negociações e lista das melhores corretoras de Forex aqui. Inscreva-se agora e receba atualizações GRATUITAS sobre o mercado hoje!

Deixe sua opinião

Sending

Inscreva-se e receba nosso boletim de notícias

Receba as melhores notícias da Finance Brokerage diretamente no seu e-mail. Inscreva-se agora para receber as últimas notícias do mercado.