0 12

Economias do sudeste asiático lutam em meio ao vírus

Notícias de Economia: Algumas economias do Sudeste Asiático contiveram com sucesso a pandemia do coronavírus. Porém, as incertezas globais dificultarão sua recuperação econômica, segundo o economista de Nomura, Euben Paracuelles.

O economista disse que a recuperação da economia teve uma forma de U por causa da incerteza global.  Ele também pensou que os riscos ainda estavam inclinados para o lado negativo.

Uma recuperação em forma de U significa que a economia passa mais tempo no fundo da recessão antes de se recuperar gradativamente.

O economista explicou que, apesar da Tailândia conter o vírus com sucesso aparente, eles ainda experimentariam uma grande dificuldade de uma queda no turismo.

Ele acrescentou que a queda no turismo provavelmente persistirá até que os países diminuam os controles de fronteira ou uma vacina esteja disponível, com o fim de permitir que as pessoas viajem novamente.

Em julho, a Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD) divulgou um relatório nomeando a Tailândia como um dos países que poderia sofrer o maior impacto econômico da queda do turismo. De acordo com o relatório, a Tailândia perderia 9% ou perto de US$ 47,7 bilhões do PIB, e esse é o cenário mais otimista.

Paracuelles também observou que antes da pandemia do coronavírus, o único motor principal da economia da Tailândia era o turismo e seus setores relacionados.

Sem turismo, nada mais iria impulsionar a economia.

Entretanto, Cingapura aliviou os confinamentos parciais por mais de um mês. No entanto, o novo surto global de coronavírus pode ameaçar a demanda no exterior por seus bens e serviços, disse o economista.

A economia de Cingapura depende muito da demanda externa, dado o seu pequeno mercado interno.

Alguns países ainda estão lutando contra o surto do coronavírus

As Filipinas e a Indonésia são os dois países mais populosos do sudeste asiático e ainda lutam para conter a transmissão local do vírus internamente.

Na quarta-feira, a Indonésia reportou sua primeira contração econômica em mais de 20 anos após seu segundo trimestre. Seu PIB encolheu 5,3% em relação ao ano anterior.

Na quinta-feira, as Filipinas registraram uma contração anual de 16,5%, sendo a mais profunda já registrada.

Paracuelles também indicou que o movimento das Filipinas para reforçar seu confinamento em sua capital Manila e províncias vizinhas atingiria ainda mais sua atividade econômica.

Segundo o economista, ambos os países enfrentam uma enorme urgência para apoiar suas respectivas economias.

Ele também apontou que o governo filipino não gastou tanto em comparação com outros países da região para impulsionar a economia. Alertou, igualmente, que esses países precisavam fazê-lo urgentemente ou então teriam mais preocupações. As incertezas empresariais permanecem elevadas, dificultando, portanto, a recuperação.

No caso da Indonésia, ele afirmou que quanto mais tempo o governo demorar para controlar o surto, mais difícil será para medidas de estímulo para negar o impacto econômico.

Comments Rating 0 (0 reviews)

Receba as últimas notícias sobre economia, negociações e Forex no Finance Brokerage. Confira a nossa extensa seção de educação em negociações e lista das melhores corretoras de Forex aqui. Inscreva-se agora e receba atualizações GRATUITAS sobre o mercado hoje!

Deixe sua opinião

Sending

Inscreva-se e receba nosso boletim de notícias

Receba as melhores notícias da Finance Brokerage diretamente no seu e-mail. Inscreva-se agora para receber as últimas notícias do mercado.