U.k, CEOs europeus veem o Reino Unido como uma meta para crescimento
0 15

CEOs europeus veem o Reino Unido como uma meta para crescimento

Um novo relatório da PwC mostra que os chefes executivos europeus estão mais otimistas com o Reino Unido em comparação aos últimos cinco anos. Os CEOs são de países europeus como França, Alemanha e Itália.

Apesar das incertezas do Brexit, o Reino Unido tem projeções de crescimento mais atraentes agora do que tinha em 2015. A PwC revelou isto em sua pesquisa anual CEO Global, publicado no Fórum Mundial Econômico (WEF) em Davos na segunda-feira.

De acordo com o relatório, vários CEOs na Alemanha veem o Reino Unido entre as três maiores metas de crescimento. A proporção de chefes executivos interessados no Reino Unido dobrou de 6% em 2019 para 13% em 2020.

A proporção cresceu ainda mais para a França e Itália.

O número é de 23% na França e 14% na Itália – superior 3% em relação ao ano passado.

Bob Moritz,. presidente da PwC International, falou para Karen Tso da CNBC em Davos, dizendo que os consumidores do Reino Unido estavam mais confiantes.

Quando você olha especificamente para o Reino Unido, há menos pessimismo – uma boa tendência, especialmente para o Reino Unido, com todo o pessimismo que eles enfrentaram no ano passado. Você aumentou a confiança do consumidor, Moritz disse.

Ele acrescentou também que os CEOs ainda se sentiam confiantes, mesmo após a pesquisa da PWC antes das eleições gerais do Reino Unido em dezembro.

Dentre as ações que mostram a confiança dos consumidores estão as fusões e aquisições, gasto de capital, transformação digital e tecnologia e investimento interno em treinamento, Moritz acrescentou.

 

Os CEOs dos EUA confiantes com a economia do Reino Unido

Os CEOs dos EUA estão também mais otimistas com o Reino Unido, com 20% vendo o país como uma meta de crescimento mais atraente. O nível de confiança cresceu em 4% em 2019.

Mais CEOs australianos veem o Reino Unido como uma meta de crescimento crescendo em 6% para 19%. A confiança do CEO japonês cresceu para 11,5%, superior aos 2,5%.

Entretanto, os CEOs na Índia, China e Canadá veem o Reino Unido marginalmente menos importante do que eles.

Kevin Ellis disse que o fuso horário e a localização do Reino Unido eram uma vantagem, e um lugar justo e confiável para se fazer negócio.

Kevin Ellis é o presidente e parceiro sênior na PwC do Reino Unido.

“Desenvolver infraestrutura e habilidades irão melhorar a posição do Reino Unido e garantir sua popularidade crescente entre os CEOs que se traduzirá em mais empresas e investimento entrando no país. Por outro lado, manter uma economia aberta e conexões mais profundas com países comerciais é crucial,” Ellis declarou para a CNBC.

A PwC pesquisou 3.501 chefes executivos em 83 regiões de setembro a outubro de 2019 para esta Pesquisa Anual de CEO Global.

Comments Rating 0 (0 reviews)

Receba as últimas notícias sobre economia, negociações e Forex no Finance Brokerage. Confira a nossa extensa seção de educação em negociações e lista das melhores corretoras de Forex aqui. Inscreva-se agora e receba atualizações GRATUITAS sobre o mercado hoje!

Deixe sua opinião

Sending

Inscreva-se e receba nosso boletim de notícias

Receba as melhores notícias da Finance Brokerage diretamente no seu e-mail. Inscreva-se agora para receber as últimas notícias do mercado.