quora Força dos preços do petróleo limitada em 2019
7

Força dos preços do petróleo limitada em 2019

Os preços do petróleo subiram mais de 20% em 2019, depois da falta de saltos acentuados e os contratos futuros que mal chegaram à marca de US$ 70. Apesar dos ataques no setor de energia da Arábia Saudita, restrições afetam as exportações de dois membros da OPEP, bem como grandes reduções de oferta dos principais produtores.

Todos os petróleos brutos de referência registraram ganhos durante o primeiro trimestre deste ano, mesmo com o início dos meses seguintes observando mudanças inesperadas na oferta que no passado teriam impulsionado o petróleo para mais de US$ 100 por barril.

Os preços registraram aumentos significativos, que duraram apenas um curto período devido aos ataques de drones e mísseis ao maior produtor do mundo, bem como às sanções impostas à Venezuela e ao Irã.

Os ataques às instalações da Saudi Aramco enviam brevemente o Brent acima de US$ 72, mas os preços do petróleo diminuíram após dez dias, quando a companhia estatal de petróleo retomou as operações.

Com os estoques crescentes, principalmente nos EUA, compensando os cortes da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e a demanda global em declínio, espera-se que os preços do petróleo permaneçam em torno de 2020, segundo corretores e analistas.

O CLc1 bruto dos EUA deve terminar 2019 com um ganho de cerca de 35%.

O índice subiu apenas 3% até o final de março, após uma alta no início do ano seguido das sanções dos EUA à Venezuela.

O Brent de referência internacional aumentou 26%, mas ficou 1% abaixo do esperado no primeiro trimestre.

Os preços do petróleo continuam firmes diante das diminuições da oferta

 

Os futuros do petróleo Brent e dos EUA permaneceram fortes até agora em 2019, apesar dos limites impostos aos membros da OPEP, Venezuela e Irã, bem como cortes de oferta de grandes países produtores de petróleo.

Após os ataques à maior planta de processamento de petróleo e campo petrolífero da Arábia Saudita em setembro, os preços do petróleo permaneceram limitados após um pico inicial.

Os traders e analistas viram a produção dos EUA e a baixa demanda como fator contribuinte que limitou os preços.

É provável que os EUA sejam exportadores de petróleo líquido em uma base anual pela primeira vez no próximo ano, enquanto a produção é estimada em cerca de 13,2 milhões de barris por dia, aumentando quase um milhão a partir de 2019.

A Agência Internacional de Energia (AIE) afirmou que, embora exista a possibilidade de a produção anual dos EUA desacelerar, o país ainda poderá representar cerca de 85% do aumento da produção mundial até 2030.

Os estoques nos EUA precisariam desacelerar se o mercado quisesse ter uma perspectiva mais otimista dos preços, de acordo com o gerente de portfólio Greg Sharenow.

Se o crescimento da oferta diminui de uma maneira muito mais sustentável, de cerca de 500.000 a 600.000 bpd, de repente, fica muito melhor em 12 meses, disse Sharenow.

O presidente de uma empresa de consultoria de mercado de energia com sede em Washington DC, Bob McNally, disse que o crescimento da demanda aumentou, enquanto a produção dos EUA continuou em queda, com alto risco geopolítico.

E agora, no final do ano, investidores cansados ​​estão olhando para o próximo ano e vendo um tsunami de petróleo, acrescentou.

O medo dos investidores sobre a demanda do petróleo atingir um pico provavelmente colocará o mercado de petróleo sob pressão em 2020, especialmente com a crescente pressão sobre ações contra as mudanças climáticas.

Além disso, como o acordo comercial parcial permanece sem assinatura, os observadores do mercado mantiveram uma postura cautelosa quanto às perspectivas de crescimento da demanda do setor de energia dos EUA e da China.

A Indústria de Informação Energética (EIA) vê os preços médios do petróleo no próximo ano mais fracos que este ano, devido à acumulação de estoques.

A produção no Brasil, Noruega e Guiana também deve continuar em expansão.

Comments Rating 0 (0 reviews)

Receba as últimas notícias sobre economia, negociações e Forex no Finance Brokerage. Confira a nossa extensa seção de educação em negociações e lista das melhores corretoras de Forex aqui. Inscreva-se agora e receba atualizações GRATUITAS sobre o mercado hoje!

Inscreva-se e receba nosso boletim de notícias

Receba as melhores notícias da Finance Brokerage diretamente no seu e-mail. Inscreva-se agora para receber as últimas notícias do mercado.