alexa certify
0

Rede em blockchain será lançada pela China em 100 cidades

Na China, uma aliança de grupos governamentais chineses, bancos e empresas de tecnologia lançará publicamente a Rede de Serviços Baseada em Blockchain (BSN). E essa será uma das primeiras redes de blockchain criadas e mantidas por um governo central. Semelhante a um sistema operacional, os participantes podem usar os programas blockchain existentes ou fazer suas ferramentas sob medida. E eles não precisam projetar uma estrutura do zero.

Os defensores da BSN explicaram que reduziria o custo de fazer negócios baseados em blockchain em 80%. Quando 2020 acabar, eles desejam criar Nós em 200 cidades chinesas. Depois disso, eles acham que poderia ser um padrão global.

De acordo com a Organização Mundial de Propriedade Intelectual, a China lidera o mundo em patentes relacionadas a blockchain. Além disso, vai muito além do Bitcoin (BTC) – eles podem usar a tecnologia para verificar todos os tipos de transações.

Por exemplo, a JD.com, uma das maiores lojas online da China, usa a tecnologia blockchain para conferir a verificação de sua cadeia de suprimentos para clientes e parceiros de negócios. Especificamente, aqueles que temem que o varejista esteja vendendo uma versão de imitação de marcas de luxo. Recentemente, a empresa criou sua plataforma de código aberto. A Administração Geral das Alfândegas usa blockchain para assistir a 26 passagens de fronteira internacionais.

Mas mesmo que a China tenha banido com sucesso criptomoedas como Bitcoin, os pagamentos digitais são incrivelmente populares.

A especialista em blockchain da Universidade da Carolina do Norte, Hong Wan, afirmou: « A maioria das pessoas prefere usar o WeChat ou o Alipay ».

Além disso, ela disse que o governo pode querer que a BSN seja central para um sistema de moeda e pagamento digital que concorra com esses serviços.

Tudo na China

Baseado em um relatório oficial publicado pelos membros fundadores da BSN. China Mobile, China UnionPay e empresa de serviços de folha de pagamento Red Date, muitas empresas podem esperar gastar aproximadamente US$ 14.000 para construir, operar e manter uma plataforma blockchain por um ano.

A BSN permitirá que os programadores desenvolvam aplicativos blockchain sem exigir que eles tenham muito trabalho pesado. E o relatório estima que custará menos de US$ 300 às empresas para implantar um aplicativo na BSN.

No Bitcoin e outros chamados blockchains sem permissão, qualquer um pode participar e revisar todo o registro da transação; os aplicativos em execução na BSN terão a associação fechada por padrão.

Agora, essa configuração autorizada é muito mais acessível às empresas, que geralmente planejam compartilhar dados de transações apenas com parceiros confiáveis. Além disso, as redes com permissão são mais fáceis de escalar porqu

Mais sobre a BSN

Além disso, os fundadores da BSN anunciaram a plataforma em 15 de outubro de 2019. Isso ocorre cerca de uma semana antes do presidente chinês Xi Jinping declarar prioridades tecnológicas nacionais de blockchain. Depois disso, cada desenvolvedor e grupo de engenharia em escala corporativa criaram e testaram a plataforma. No momento do lançamento, a BSN Development Alliance diz que deseja ter pelo menos 100 Nós na cidade operando a plataforma, cada um com milhares de usuários.

Além disso, a BSN Alliance quer que a plataforma se torne o padrão global para operações de blockchain algum dia. No entanto, os parceiros internacionais da China podem ter dúvidas em aderir devido a preocupações com a privacidade. Além disso, o governo chinês manterá a chave raiz da BSN, o que permitirá observar a todas as transações feitas usando a plataforma.

  • Support
  • Platform
  • Spread
  • Trading Instrument
Comments Rating 0 (0 reviews)


You might also like

Leave a Reply

User Review
  • Support
    Sending
  • Platform
    Sending
  • Spread
    Sending
  • Trading Instrument
    Sending

Financebrokerage