alexa certify
0 12

S&P 500 Cai Após Medida Oficial de Corte de Taxa do Fed

O S&P 500 marcou o dia com sua maior queda no movimento em dois meses após a notícia de que o Federal Reserve cortou as taxas de juros oficialmente. O presidente do Fed, Jerome Powell, advertiu que os recentes cortes não provocariam uma extensão dos cortes de taxas.

As ações despencaram depois de uma reação incomumente restrita do mercado. O Fed cortou as taxas pela primeira vez desde a crise financeira de 2008. Os investidores também começaram a vender títulos do Tesouro de curto prazo enquanto tentavam decifrar a mensagem de Powell.

O S&P 500 fechou em queda de 1,1%, alcançando seu maior volume de um dia desde 31 de maio. O índice caiu até 1,6% durante o dia.

Da mesma forma, o Dow Jones Industrial Average e o Nasdaq Composite caíram 1,2%, também a maior queda desde maio e junho, respectivamente.

As ações se esforçaram para ultrapassar a linha neutra antes do anúncio do Fed. Os investidores também tentaram entender a decisão do banco central de declarar o fim antecipado da diminuição de seu balanço patrimonial.

Antes que o Fed reduzisse as taxas de juros, os rendimentos em todo o painel caíram, permitindo que a dívida do governo entrasse em um território otimista.

O rendimento do Tesouro de dois anos, sensível à política, esteve mais alto em 2,4 pontos-base, em 1,8721%. No início do dia, ele flutuou em torno de 1,81%, tendo saltado até 11,5 bps para 1,96% durante a conferência do presidente do Fed, Powell.

O rendimento do Tesouro de 10 anos de referência esteve mais baixo em 4,8 bps, em 2,0144%. Em comparação com um 2,03% antes do anúncio oficial de cortes de taxa.

As ações dos EUA abriram para um mercado mais otimista após o relatório da Apple sobre fortes ganhos e previsões mais brilhantes. As ações da gigante de tecnologia tiveram um desempenho positivo, conseguindo um avanço de 2%.

Índices e Intensificação de Preocupações Globais

Antes da reunião do Fed, o Stoxx 600 da Europa encerrou o pregão em um nível 0,2% maior.

O Xetra Dax 30 de Frankfurt somou cerca de 0,33%, enquanto o FTSE 100 de Londres sofreu uma queda de 0,8%. Anteriormente, o índice superou na terça-feira, reforçado por uma libra mais fraca.

Na quarta-feira, as quedas de ações continuaram depois que o presidente dos EUA, Donald Trump, criticou a China, quando representantes de ambos os países retomaram as negociações comerciais.

Trump insinuou que as autoridades chinesas não estavam cooperando plenamente, reduzindo as expectativas de se materializar um acordo entre as duas partes.

As ações asiáticas mantiveram sua exposição à ambiguidade da disputa comercial, suscetíveis a maiores danos colaterais.

Na China continental, o CSI 300 caiu 0,9%, e o índice Hang Seng de Hong Kong caiu 1,3%, enquanto os protestos do movimento antiextradição persistem.

Em outros lugares, a libra esterlina avançou 0,1% para US$ 1,2164, com os investidores ponderando sobre a possibilidade de um Brexit sem acordo executado pelo recém-eleito primeiro-ministro Boris Johnson.

Além disso, o Banco da Inglaterra (BOE) hesitou na ideia de fazer um corte na taxa de juros na quinta-feira. O custo de empréstimo terminou inalterado em meio a uma ameaça crescente do “Brexit Difícil”.

À medida que o país avança, com cerca de apenas dois meses antes de deixar a UE, o Comitê de Política Monetária (MPC) do BOE, chefiado por Mark Carney, votou por unanimidade para manter as taxas de juros em 0,75%.

O dólar pressionou ainda mais, enquanto o índice do dólar fechou 0,6% acima, em 98.622, o maior desde maio de 2017.

  • Support
  • Platform
  • Spread
  • Trading Instrument
Comments Rating 0 (0 reviews)

Receba as últimas notícias sobre economia, negociações e Forex no Finance Brokerage. Confira a nossa extensa seção de educação em negociações e lista das melhores corretoras de Forex aqui. Inscreva-se agora e receba atualizações GRATUITAS sobre o mercado hoje!

Deixe sua opinião

Sending

Inscreva-se e receba nosso boletim de notícias

Receba as melhores notícias da Finance Brokerage diretamente no seu e-mail. Inscreva-se agora para receber as últimas notícias do mercado.