alexa certify
0

Petróleo cai após dados do API

Os dados da indústria mostraram um ganho significativo no petróleo bruto e nas ações de destilados nos Estados Unidos. Com isso, os preços do petróleo caíram na quarta-feira. A Organização dos Países Exportadores de Petróleo e seus Aliados (OPEP+) estava sob pressão para aumentar o abastecimento.

Houve uma queda de US$1,03, ou 1,2% nos futuros do petróleo Brent. Ele estava custando $83,69 por barril às 0724 GMT, após atingir a baixa da sessão anterior de $83,27. 

Já os futuros do petróleo West Texas Intermediate nos EUA caíram US$1,30, ou 1,6%. O seu barril caiu para $82,61, depois de atingir uma baixa de $82,26 no início do dia. Os seus preços estão caindo depois que a American Petroleum Institute (API, sigla em inglês) anunciou uma sexta semana consecutiva de crescimento de seu estoque. 

Não há ideia por parte dos líderes mundiais de como pressionar a OPEP+. Portanto, qualquer queda que resulte do aproveitamento de reservas estratégicas da China ou dos Estados Unidos provavelmente será aceita. Falando nisso, na  cúpula do clima em Glasgow, o presidente Joe Biden culpou a OPEP+ pelo aumento dos custos do petróleo e do gás, devido a recusa deles em aumentar o seu bombeamento.

OPEP+

Na quinta-feira, a OPEP+ se reunirá para discutir sua estratégia.

Conforme citado anteriormente, o fornecimento de petróleo bruto e destilado nos EUA aumentou na semana passada, ao passo que os estoques de gasolina caíram.

Os estoques de petróleo bruto aumentaram 3,6 milhões de barris na semana encerrada no dia 29 de outubro. De outro lado, os estoques de gasolina diminuíram 552.000 barris. Já os  estoques de destilados cresceram 573.000 barris. A Reuters questionou analistas que previram que os estoques de petróleo bruto subiriam na semana passada.

Dados da Administração de Informações de Energia dos EUA, braço estatístico do Departamento de Energia, serão fornecidos na quarta-feira.

EUA afirmam que vendas de petróleo e gás prejudicam o clima

O Departamento do Interior dos Estados Unidos,  descobriu que vender arrendamentos de petróleo e gás em vastas áreas de terras públicas no oeste dos Estados Unidos pode ter implicações na mudança climática. No entanto, o governo de Biden pretende realizar a venda mesmo assim.

Na semana passada, funcionários do governo disseram que as autoridades governamentais examinariam as emissões de gases de efeito estufa. Elas seriam provenientes de combustíveis fósseis extraídos de propriedades governamentais nos EUA.

Esses combustíveis são cerca de 20% de todas as emissões relacionadas à energia no país. Isso os tornou o alvo principal para os defensores do clima que buscam proibir o arrendamento mercantil. Biden fez campanha com a promessa de proibir novas perfurações em terras públicas.

Funcionários do Escritório de Administração de Terras do Departamento do Interior disseram que pouco podem fazer para evitar mudanças climáticas causadas pela queima de combustível coletado nas propriedades restantes. Isso, em parte, é pela incapacidade deles de distinguir a importância das emissões das reservas de combustível do governo em relação a outras fontes.

A recusa do governo em mencionar os custos climáticos como base para limitar os aluguéis provoca os ativistas ambientais. Eles alegaram que isso prejudicou a participação de Biden na cúpula do clima das Nações Unidas em Glasgow. Na terça-feira, ele e outros líderes mundiais prometeram reduzir as emissões de metano.

 

  • Support
  • Platform
  • Spread
  • Trading Instrument
Comments Rating 0 (0 reviews)

Receba as últimas notícias sobre economia, negociação e forex na Finance Brokerage. Confira nossas instruções de negociação abrangentes e a lista das melhores das melhores corretoras de forex. Se você estiver interessado em acompanhar as últimas notícias sobre o Mercado Financeiro, por favor, siga Finance Brokerage no Google News.



você pode gostar também

Leave a Reply

User Review
  • Support
    Sending
  • Platform
    Sending
  • Spread
    Sending
  • Trading Instrument
    Sending

Financebrokerage