alexa certify
0

Os produtos agrícolas dos EUA e o clima político

Os produtos agrícolas dos EUA exportados para a China e outros países usados para gerar lucro para as companhias americanas. Entretanto, a situação começou a mudar após o início da Guerra comercial entre os EUA e a China.

Não é segredo que a China era um dos maiores mercados para as companhias dos EUA. Embora a Guerra comercial tenha começado em 2018, continua a afetar as companhias como também os agricultores nos EUA. Após várias rodadas de negociações, não há indicações de que a Guerra comercial irá se encerrar nos próximos meses. Estas não são boas notícias para o governo de Trump uma vez que ele está visando assegurar o seu Segundo mandato.

Produção de soja em 2019

O Departamento de Agricultura dos EUA (USDA, na sigla em inglês) publicou relatórios na segunda-feira, em relação à produção e a demanda para os produtos agrícolas. De acordo com estes relatórios, a produção de soja vai diminuir em aproximadamente 20% em 2019. O que significa que a produção desta commodity leve cairá para 3,68 bilhões de alqueires.

Na situação, quando a China parou de comprar commodities leves como soja, isto não deve ter sido um grande problema. Entretanto, acontece que até esta quantidade de soja será demais para os agricultores dos EUA lidarem. Os agricultores locais ainda terá um excedente de 755 milhões de alqueires, o que é apenas menos de 5% do que em 2018.

Outro problema para os agricultores que pensaram em melhorar a situação vendendo outros produtos agrícolas receberam péssimas notícias. O problema é que os preços do milho foram reduzidos para o nível mais baixo em aproximadamente dois meses. Os preços do milho caíram após a USDA ter feito um anúncio de que a colheita em julho superou as expectativas. Como resultado, após três meses de ganhos do preço, os preços do milho não estavam conseguindo continuar com sua tendência positive.

A outro problema em relação aos produtos de milho. Condições severas do clima criaram problemas adicionais para os agricultores dos EUA. De acordo com a USDA, devido às inudações, a produção de milho diminuirá em 8 milhões o valor de acres da colheita. Enquanto isto, a produção de soja cairá em quase 1 milhão de acres da colheita.

Donald Trump e as commodities leves

O presidente dos EUA, Donald Trump está planejando ganhar as próximas eleições presidenciais. Entretanto, a situação atual poderá complicar seus planos sem o apoio dos agricultores dos EUA. Ele poderá perder as eleições. Ele tem encontrar a solução antes de novembro de 2020.

Como mencionado acima, o negócio agrícola dos EUA como a exportação de soja constumava ser um negócio lucrative. Entretanto, devido à Guerra comercial em curso, o Brasil tornou-se o exportador número um de soja. A exportação da soja brasileira aumentou em 13 milhões de toneladas de soja em comparação com a exportação do produtos dos EUA.

Um fato interessante é que a soja brasileira é mais cara do que aquela produzida nos EUA. Apesar desta diferença, a China decidiu importat produto agrícola do Brasil.

Esta é uma situação complicada para Donald Trump. Por um lado, ele não quer perder a Guerra comercial, por outro, seus apoiadores estão ficando com raiva. O governo de Trump tentou resolver os problemas ao dar assistência financeira aos agricultores. Entretanto, não será suficiente para por fim aos problemas causados pela Guerra comercial.

  • Support
  • Platform
  • Spread
  • Trading Instrument
Comments Rating 0 (0 reviews)

Receba as últimas notícias sobre economia, negociação e forex na Finance Brokerage. Confira nossas instruções de negociação abrangentes e a lista das melhores das melhores corretoras de forex. Se você estiver interessado em acompanhar as últimas notícias sobre o Mercado Financeiro, por favor, siga Finance Brokerage no Google News.



você pode gostar também

Leave a Reply

User Review
  • Support
    Sending
  • Platform
    Sending
  • Spread
    Sending
  • Trading Instrument
    Sending

Financebrokerage