alexa certify
0

O presidente Trump e a economia dos EUA

O presidente dos EUA, Donald Trump, é famoso por seus comentários sobre temas que vão desde a mudança climática até a economia. Suas declarações muitas vezes causam controvérsia quando os opositores apontam para dados imprecisos que Trump está usando enquanto faz comentários sobre vários assuntos. No momento, ele está concorrendo à reeleição e, durante as reuniões com os eleitores, muitas vezes se gaba da expansão econômica. A administração Trump leva o crédito pela mais longa expansão e-conômica na História moderna dos EUA. Uma dessas reuniões ocorreu em Greenville, na Carolina do Norte, na quarta-feira. Ele mencionou que presidentes, primeiros-ministros e outras autoridades de todo o mundo o parabenizam regularmente. Líderes disseram a ele que ele desempenhou um papel crucial na criação da melhor economia do mundo.

Donald Trump está certo quando diz que a economia dos EUA continua a crescer durante a sua presidência. No entanto, vale a pena mencionar que a expansão econômica dos EUA começou em 2009, quando o presidente anterior, Barack Obama, era o presidente. Isso significa que quando Trump se tornou o presidente, a economia local já estava crescendo há sete anos.

Outro fato é que o atual presidente gosta de mencionar a baixa taxa de desemprego como uma das maiores realizações de sua administração. Trump assumiu o cargo na Casa Branca em 2017, até então a economia havia gerado empregos por 76 meses. Além disso, a taxa de crescimento de emprego foi maior em 2015 e 2016 do que durante os dois primeiros anos de administração Trump.

A atual expansão econômica dos EUA é a mais longa da História moderna. No entanto, não é a mais forte, por vários motivos. Por exemplo, a economia aumentou 38% nos anos 80 e 43% nos anos 90. É importante lembrar que isso aconteceu durante os períodos mais curtos de expansão econômica. A economia dos EUA está crescendo desde 2009, mas a taxa é significativamente menor, uma vez que ela aumentou em 25%. Esse número demonstra que o atual estado das coisas na economia local não é tão único quanto é retratado pela administração Trump.

Taxa de desemprego e níveis de endividamento corporativo

A taxa de desemprego no momento é uma das mais baixas dos últimos 50 anos. No momento, essa taxa é de 3,7%. À primeira vista, este é um ótimo resultado, mas existem vários problemas. De acordo com o Departamento de Trabalho dos EUA, a taxa de desemprego diminuiu porque muitas pessoas abandonaram a força de trabalho. Isso significa que funcionários pouco qualificados não estão mais procurando emprego. A razão é a falta de empregos que são adequados para eles. Ao mesmo tempo, há uma escassez de funcionários qualificados e as empresas estão lutando para encontrar os candidatos certos para suas empresas.

Outro problema é o aumento do nível de endividamento das empresas. Esse patamar atingiu US$ 9,4 trilhões e é o pior resultado desde 2007. O nível de endividamento corporativo equivale a 46% do PIB. Isso não é uma boa notícia para a economia dos EUA, porque o nível de endividamento das empresas pode prejudicar a estabilidade do mercado.

Donald Trump gosta de falar sobre a força da economia dos EUA. Ele também menciona a taxa de crescimento econômico e registra o baixo número de pessoas que estão procurando emprego. No entanto, há vários problemas que influenciam negativamente a economia local.

  • Support
  • Platform
  • Spread
  • Trading Instrument
Comments Rating 0 (0 reviews)

Receba as últimas notícias sobre economia, negociação e forex na Finance Brokerage. Confira nossas instruções de negociação abrangentes e a lista das melhores das melhores corretoras de forex. Se você estiver interessado em acompanhar as últimas notícias sobre o Mercado Financeiro, por favor, siga Finance Brokerage no Google News.



você pode gostar também

Leave a Reply

User Review
  • Support
    Sending
  • Platform
    Sending
  • Spread
    Sending
  • Trading Instrument
    Sending

Financebrokerage