0 28

O Dólar da NZ Dollar Cai Para Uma Mínima de 4 Anos À Medida Que A Guerra Comercial Continua

É uma notícia terrível atrás da outra à medida que a Guerra Comercial EUA-China ainda continua. A vítima desta semana tem sido o Dólar da NZ que despencou para uma mínima de quase quatro anos frente ao USD. Isto acontece uma vez que os dados indicam que a confiança nos Negócios da ANZ despencou para -52,3 neste mês de agosto frente à um registro anterior de -44,3.

Notícias mais pessimistas à vista

A confiança nos Negócios da ANZ em agosto é a mais baixa desde abril de 2008, em quase onze anos. Enquanto isto estava acontecendo, foi desencadeada uma cadeia de reações que resultou no par NZS/USD caindo 0,4% para 0,6309. Este é o mais baixo que o par registrou desde setembro de 2015.

O Dólar da NZ afetou também o valor do Dólar da Austrália. O AUD viu uma queda de 0,1% para ser negociado à 0,6728 frente ao USD.No entanto, é importante notar que o índice dólar dos EUA permaneceu inalterado em 98,132. Os especialistas estão vendo isto como o domínio dos Estados Unidos nesta Guerra Comercial.

The US Remains Unbothered

O Bloomberg entrevistou o Secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin esta semana. Ele reinterou que os Estados Unidos não desejam intervir nos mercados cambiais. Embora ele tenha declarado claramanete que isto poderá ser temporário, os observadores do mercado estão vendo isto como se os Estados Unidos estivesse despreocupado. Os EUA mantém sua postura mesmo com o dólar da NZ tornando-se a mais nova vítima da guerra comercial.

Mnuchin, assim como seu chefe, o presidente dos EUA, continua a inflamar as especulações. Na entrevista, ele declarou que ele acha que os negociadores chineses poderão visitar seu escritório de Washington para as negociações. Enquanto diz isso, entretanto, ele não conseguiu confirmar  se uma reunião planejada anteriormente em setembro ocorreria.

Uma coisa que Mnuchin confirmou, entretanto, é que eles continuam a estar em negociações com os chineses enquanto a guerra comercial continua. Mnuchin confirmou também que ele estava em contato com Yi Gang, o governador do Banco Popular da China. Isto porque os EUA suspeitam que há manipulação do Yuan após ter registrado novas mínimas nesta semana. É bom lembrar que o Yuan de refúgio seguro despencou para uma mínima de 11 anos esta segunda-feira incitando o pânico do investidor.

O Federal Reserve Está Ficando Para Trás

Com ambos os países na guerra comercial ameaçando um ao outro com tarifas, este escalonamento está causando efeitos no ripple. O ouro é visto aumentando seu valor, mas outras moedas como o dólar da NZ não estão com tanta sorte. O iene, entretanto, moveu-se para cima hoje negociando à 105,91 frente ao USD. Isto representa uma mudança positiva de 0,2% quando um enorme pedaço do mercado estava negociando no vermelho.

O presidente Trump, entretanto, continua a criticar o Federal Reserve dos EUA ao que ele chama de sua habilidade de acompanhar a competição. O presidente tem pressionado o Federal Reserve para abaixar os juros em uma medida ele que acha ser competitiva. Os especialistas entretanto estão céticos com o efeito que esta medida terá na economia uma vez que a guerra comercial continua.

No entanto, mesmo que o mundo continue a observar o que acontecerá a seguir na guerra comercial EUA-China, os especialistas estão pessimistas. A mais recente queda no dólar da NZ e no Aussie é uma recente revelação de que as coisas não estão melhorando.

  • Support
  • Platform
  • Spread
  • Trading Instrument
Comments Rating 0 (0 reviews)

Receba as últimas notícias sobre economia, negociação e forex na Finance Brokerage. Confira nossas instruções de negociação abrangentes e a lista das melhores das melhores corretoras de forex. Se você estiver interessado em acompanhar as últimas notícias sobre o Mercado Financeiro, por favor, siga Finance Brokerage no Google News.

Deixe sua opinião

Sending

Inscreva-se e receba nosso boletim de notícias

Receba as melhores notícias da Finance Brokerage diretamente no seu e-mail. Inscreva-se agora para receber as últimas notícias do mercado.