0

Futuros de ações europeias em baixa

Os mercados de ações da União Europeia (UE) devem abrir com pequenas perdas na sexta-feira. Enquanto isso, os investidores aguardam a divulgação dos dados mensais de emprego nos EUA que podem influenciar a política monetária do Federal Reserve (Fed).

Enquanto isso, o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, fez comentários esta semana que sugeriram que o banco pode desacelerar o aumento das taxas de juros em sua próxima reunião final de definição de políticas, o que deve ajudar os mercados de ações.

Dessa maneira, o contrato de ações DAX da Alemanha ficou estável, os futuros do CAC 40 da França caíram 0,3% e os futuros do FTSE 100 da Grã-Bretanha 0,1%.

Além disso, vale lembrar que o Fed elevou as taxas em 75 bps nas últimas quatro reuniões. Porém, o mercado agora está precificando um corte de 50 pontos-base em dezembro.

No entanto, a inflação continua extremamente alta, com dados divulgados na quinta-feira mostrando que o Índice de Preços para Despesas com Consumo Pessoal (PCE), o indicador de inflação preferido do Fed, permaneceu significativamente acima da meta do Banco Central em outubro.

O próximo fator que pode influenciar a decisão do Fed vem no final da sexta-feira, com a divulgação do relatório de empregos nos EUA. Contudo, os economistas preveem cerca de 200.000 novos empregos em novembro, uma queda em relação aos 261.000 do mês anterior.

Inflação cai mais do que o esperado

Na Europa, a inflação caiu mais do que o esperado em novembro, mas permaneceu perto de níveis recordes anuais, em 10%. Além disso, os dados econômicos europeus de sexta-feira incluem dados do comércio alemão para outubro e os preços ao produtor da zona do euro para o mesmo mês.

Na próxima sexta-feira, no mundo corporativo, a atenção deve se concentrar no Credit Suisse (SIX: CSGN), já que a saída contínua de clientes do credor suíço falido pode levar a rumores de aquisição.

Enquanto isso, os preços dos estoques de petróleo bruto permaneceram praticamente inalterados na sexta-feira. No entanto, deve subir na próxima semana com a expectativa de que a China afrouxe ainda mais as restrições do COVID. Dessa forma, aumentando a atividade econômica e, consequentemente, a demanda de energia no maior importador de petróleo bruto do mundo.

Em outras notícias, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo e Aliados (OPEP+) se reunirá virtualmente no domingo para decidir sobre os níveis futuros de produção. Ao mesmo tempo, os governos da União Européia ainda estão debatendo o nível máximo de preço do petróleo transportado por via marítima da Rússia.

Já os contratos futuros de petróleo dos EUA caíram 0,1%, para US$ 81,12 por barril, enquanto os futuros do Brent subiram 0,1%, para US$ 86,92. Após três semanas de declínio, ambos os índices de referência estavam a caminho de seus primeiros ganhos semanais.

Por fim, os contratos futuros de ouro caíram 0,1%, para US$ 1.813,85/oz, enquanto o EUR/USD subiu 0,1%, para 1,0527.

  • Support
  • Platform
  • Spread
  • Trading Instrument
Comments Rating 0 (0 reviews)


você pode gostar também

Leave a Reply

User Review
  • Support
    Sending
  • Platform
    Sending
  • Spread
    Sending
  • Trading Instrument
    Sending