0

FCA ajudará Archer em novo modelo de táxi aéreo

A Fiat Chrysler Automobiles ajudará a Archer, uma startup da Califórnia, a tentar reduzir os custos de produção de seu protótipo de avião elétrico, que visa reduzir os engarrafamentos e a poluição.

A cadeia de suprimentos de baixo custo da fabricante de automóveis e sua experiência em materiais avançados e engenharia ajudarão a tornar o veículo da Archer mais acessível. A Archer disse que planeja revelar sua aeronave no início deste ano para começar a produção em 2023.

Doug Ostermann, chefe de desenvolvimento global de negócios da Fiat Chrysler, afirmou que a eletrificação na indústria de transportes, seja na estrada ou no ar, é o futuro. Com a tecnologia nova e em rápido desenvolvimento, a divulgação será importante, disse ele. Igualmente, ele citou os benefícios mútuos da parceria e disse que aceleraria a chegada de novas opções de transporte.

A Archer é uma das muitas empresas que trabalham para impulsionar o mercado rumo a uma nova geração de táxis aéreos chamados decolagem e pouso elétrico vertical, ou eVTOLs (siglas no inglês para electric vertical takeoff and landing). Seu objetivo é criar um veículo ecológico capaz de transportar de duas a uma dúzia de passageiros em viagens curtas acima do trânsito terrestre em cidades lotadas como Pequim, Dubai, Los Angeles e São Paulo.

A empresa com sede em Palo Alto, Califórnia, disse que seu primeiro avião viajaria a um máximo de entre 100 quilômetros a 240 quilômetros por hora. A Fiat Chrysler colaborou com os elementos de design da cabine do veículo.

A aliança com a Fiat Chrysler é uma forma de a dupla tentar alcançar seus concorrentes. Eles dizem que o foco da colaboração será o desenvolvimento de métodos para fabricação em massa de peças feitas a partir de compostos de fibra de carbono. Os únicos que as produzem em grandes volumes hoje em dia são os grupos de automóveis.

Fiat ChryslerA Fiat Chrysler ainda está muito atrás de seus rivais

Geralmente, fornecedores de automóveis não produzem peças que atendam aos rigorosos padrões de segurança exigidos na indústria aeroespacial pela Administração Federal de Aviação. No entanto, ambas as empresas dizem que há componentes não estruturais a que podem recorrer. Por exemplo, a cabine contará com alças e cintos de segurança da cadeia de suprimentos da Fiat Chrysler.

Baterias e motores elétricos são outras áreas que a Fiat Chrysler poderia ajudar. No entanto, a empresa ainda está muito atrás de seus rivais em veículos elétricos, pois foi recentemente que investiu nesse setor.

A Archer disse que o mercado de mobilidade aérea elétrica pode ser valorizado em US$ 1,5 bilhão até 2040, citando a pesquisa do Morgan Stanley.

Na segunda-feira, a Lilium, startup alemã de táxis elétricos, anunciou que o ex-CEO da Airbus SE, Tom Enders, havia se juntado ao seu conselho de administração.

Várias fabricantes de automóveis estão testando as águas da mobilidade aérea urbana. A Toyota Motor investiu mais de US$ 400 milhões na Joby Aviation. Ela deve trazer uma aeronave de cinco lugares ao mercado até 2023. Por outra parte, a alemã Daimler e a chinesa Geely estão apoiando o desenvolvedor alemão Volocopter. Ainda mais, a Hyundai Motor está desenvolvendo seu táxi aéreo elétrico.

 

  • Support
  • Platform
  • Spread
  • Trading Instrument
Comments Rating 0 (0 reviews)

Receba as últimas notícias sobre economia, negociação e forex na Finance Brokerage. Confira nossas instruções de negociação abrangentes e a lista das melhores das melhores corretoras de forex. Se você estiver interessado em acompanhar as últimas notícias sobre o Mercado Financeiro, por favor, siga Finance Brokerage no Google News.

você pode gostar também

Leave a Reply

Sending

Financebrokerage