0 25

Economia de Hong Kong muda devido a novo surto de vírus

Alguns economistas recentemente rebaixaram suas previsões econômicas para Hong Kong. Isso ocorre porque o território chinês semiautônomo experimenta um aumento nos casos de coronavírus.

O aumento do número levou as autoridades a impor medidas mais rigorosas de distanciamento social esta semana.

Na quarta-feira, Hong Kong afirmou que a estimativa de avanço mostrou que sua economia caiu 9% no segundo trimestre em comparação com o ano passado. Esse é o quarto trimestre consecutivo de contração ano a ano da cidade, com base nos dados oficiais.

Em um comunicado, o governo mencionou que a pandemia ainda é uma ameaça fundamental para a economia global. Um surto renovado localmente turvou a previsão de curto prazo para a atividade econômica doméstica.

Ele disse: “No entanto, uma vez que a epidemia local seja contida novamente e o ambiente externo continue a melhorar, a economia de Hong Kong espera se recuperar gradualmente no resto do ano.”

Além disso, os economistas concordaram que medidas mais rigorosas de distanciamento social implementadas após uma recente erupção nos casos amorteceriam todo o impulso econômico. No entanto, alguns não têm a mesma visão do governo sobre a recuperação este ano.

 

Medidas mais rigorosas do Coronavírus

Economistas da Consultoria Capital Economics preveem uma contração de 8% na economia de Hong Kong este ano. Isso está perto de dobrar sua última projeção de contração de 4,5%.

Além disso, a última revisão para baixo é pior em comparação com a perspectiva oficial do governo de uma contração de 4% a 7% para 2020.

Os economistas explicaram em uma nota de quarta-feira: “Até algumas semanas atrás, a economia de Hong Kong parecia pronta para começar a se recuperar neste trimestre”.

Isso aponta para as doações em dinheiro do governo de 10.000 dólares de Hong Kong, ou 1.290 dólares. Busca ajudar a elevar a atividade econômica após um desembolso no início deste mês.

No entanto, as medidas de contenção mais rigorosas podem adiar a recuperação do consumo. E poderia aumentar a pressão sobre o emprego e a renda, amortecendo o atenuando o aumento das doações do governo.

Além disso, o Citi rebaixou sua previsão para Hong Kong e esperava uma contração econômica monótona de 6,3% em comparação com 5,5% anteriormente.

A economista-chefe da Grande China no banco holandês ING, Iris Pang, espera que as novas medidas de distanciamento social permaneçam em vigor por um bom tempo. O último relaxamento das restrições pode ter contribuído para o último salto nos casos.

Pang disse na quarta-feira que espera que a economia de Hong Kong diminua 10% no terceiro trimestre. Ela ainda esperava uma queda de 5% no quarto trimestre. Assim, isso eleva a contração do ano inteiro para 8,3%.

Ela então disse que os casos de coronavírus aumentaram em Hong Kong. Ainda pode haver fontes difíceis de rastrear. “O governo voltou a endurecer novas medidas de distanciamento social desde o surto, que a secretaria de saúde alegou que poderia ser devido ao relaxamento prévio das medidas de distanciamento social.”

 

O surto renovado

Carrie Lam, líder de Hong Kong, alertou que o surto renovado poderia sobrecarregar as unidades de saúde da cidade e custar vidas. A nova medida atualmente imposta à cidade inclui a proibição de uma reunião de mais de duas pessoas e restrições aos serviços de jantar.

No entanto, alguns economistas dizem que o fraco desempenho econômico de Hong Kong no ano anterior pode ajudar a cidade a registrar melhores números do produto interno bruto no segundo semestre deste ano.

Comments Rating 0 (0 reviews)

Receba as últimas notícias sobre economia, negociações e Forex no Finance Brokerage. Confira a nossa extensa seção de educação em negociações e lista das melhores corretoras de Forex aqui. Inscreva-se agora e receba atualizações GRATUITAS sobre o mercado hoje!

Deixe sua opinião

Sending

Inscreva-se e receba nosso boletim de notícias

Receba as melhores notícias da Finance Brokerage diretamente no seu e-mail. Inscreva-se agora para receber as últimas notícias do mercado.