0

Dólar cai e os números da inflação sobem

O dólar enfraqueceu no início das negociações forex europeias. Isso foi em meio as fracas esperanças de estímulo econômico adicional, enquanto os números da inflação estavam em aumento

Às 3 horas (0700 GMT), o Índice do Dólar caiu 0,3%, a 93,157. O USD/JPY  caiu 0,2% a 106,72 e o GBP/USD  subiu 0,3%, a 1,3066. Além disso,  a EUR/USD  subiu 0,4% a 1,1826 no mercado FX.

Uma das dificuldades que o dólar enfrenta é a incapacidade dos legisladores dos EUA de chegar a um acordo quanto ao último pacote de estímulo Covid-19 do país.

É um acordo que muitos acham necessário para manter a recuperação econômica nos trilhos.

O presidente dos EUA, Donald Trump, acusou os democratas na quarta-feira de não quererem negociar sobre o pacote. Negociadores republicanos e democratas estavam trocando farpas e procurando o culpado, de modo que as negociações terminaram sem resultado para o quinto dia.

O presidente do Federal Reserve de Richmond, Thomas Barkin, afirmou na terça-feira que a economia pode ter outra desaceleração. Isto é, se os legisladores dos EUA não fornecerem mais ajuda financeira.

O presidente do Federal Reserve Bank de Boston, Eric Rosengren, disse que apoiou fortemente a tomada de medidas fiscais adicionais, com o fim de ajudar as empresas e as famílias a sobreviver à crise.

Porém, ele acrescentou que mais gastos devem ser combinados com esforços mais rigorosos para conter o vírus.

As mortes causadas pelo Covid-19 ultrapassaram 166.000 em 13 de agosto. Os casos confirmados aumentaram mais de 4% na última semana, de acordo com dados coletados pela Universidade Johns Hopkins.

O Dólar: Números da Inflação

Da mesma forma, os últimos números de inflação se somam aos problemas enfrentados pelo dólar. Apresentando números fortes tanto do lado do consumidor, quanto do produtor.

Jefferies (NYSE:JEF) disse que o aumento de 0,6% mês a mês no IPC central em julho foi incrível. Foi o maior salto sequencial desde janeiro de 1991.

Jefferies acrescentou que, embora improvável que esse ímpeto nos preços seja sustentado, a força foi ampla e não pode ser ignorada.

O Federal Reserve já se comprometeu a manter suas taxas de referência nesses valores mínimos por algum tempo. Mas a pressão está aumentando sobre os rendimentos reais dos EUA.

Chris Turner, do ING, disse que a queda dos rendimentos reais dos EUA foi muito discutida nos mercados financeiros. O Federal Reserve mantém as taxas baixas, enquanto as expectativas de inflação dos EUA estão em alta.

Em outras notícias, a taxa de câmbio libra para dólar australiano (GBP/AUD) aumentou 0,2% hoje no forex. O par é negociado atualmente em torno de AU$ 1.825.

  • Support
  • Platform
  • Spread
  • Trading Instrument
Comments Rating 0 (0 reviews)


você pode gostar também

Leave a Reply

User Review
  • Support
    Sending
  • Platform
    Sending
  • Spread
    Sending
  • Trading Instrument
    Sending