0

Dólar americano cai enquanto iene japonês sobe 

O presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell, afirmou na quarta-feira que o Banco Central seria capaz de desacelerar os aumentos das taxas nos EUA ainda no mês de dezembro. Com esta notícia, o dólar enfraqueceu enquanto apoiava outras moedas, e o euro não conseguiu superar um grande nível de resistência.

Vale lembrar que o dólar americano subiu graças aos aumentos agressivos das taxas do Federal Reserve este ano. Ao mesmo tempo, os rendimentos de referência dos EUA mais altos, juntamente com as preocupações de que o Banco Central levaria a economia dos EUA à recessão, também apoiaram o dólar. 

No entanto, os novos comentários de Powell sobre desacelerar as altas para equilibrar os riscos pesaram sobre a moeda. O presidente do Fed também acrescentou que o controle da inflação alta exigiria manter a política em um nível restritivo no curto prazo.

Na quinta-feira, o iene japonês subiu 1,64%, atingindo seu nível mais alto desde 23 de agosto. Dessa forma, o par USD/JPY chegou em 135,85. Porém, o dólar se recuperou logo, subindo para 136,26. 

A libra também subiu 0,88%, para US$ 1,2164, atingindo seu pico mais alto desde 12 de agosto e, finalmente, foi negociada em torno de sua média móvel de 200 dias.

Além disso, os investidores estão esperando pelo índice de preços de gastos de consumo pessoal dos EUA, previsto para quinta-feira. Isso pode oferecer mais informações sobre a situação da inflação, bem como os planos do Fed para os aumentos de juros. Já os dados de empregos nos EUA serão divulgados na sexta-feira.

Enquanto isso, o euro ganhou modestamente, subindo 0,38%, para US$ 1,04485. Ainda assim, a moeda não conseguiu ultrapassar o nível de US$ 1,05. 

Por outro lado, o dólar despencou em relação à maioria das outras moedas do G10 e caiu 0,2% em relação ao franco suíço. Ao mesmo tempo, o dólar australiano saltou para US$ 0,684, seu nível mais alto desde 13 de setembro. Assim como, o dólar da Nova Zelândia que disparou para US$ 0,636, o pico mais alto desde 17 de agosto.

Moedas emergentes 

O yuan chinês flutuou nas negociações offshore na quinta-feira. Enquanto isso, a mídia informou que Pequim planeja permitir que alguns cidadãos fiquem em quarentena em casa devido ao COVID. 

Já o dólar foi negociado em alta de 0,3%, a 7,068 ienes, depois de cair 0,3%, para 7,0256. Vale ressaltar que na quarta-feira, as cidades de Chongqing e Guangzhou, na China, anunciaram uma flexibilização das restrições ao coronavírus.

Hoje, a rúpia da Indonésia subiu 1,3%, experimentando seu melhor dia em quase três semanas. No entanto, os investidores estão preocupados com possíveis aumentos de juros, já que a inflação ainda está acima da meta do Banco Central. 

Por fim, o ringgit da Malásia também saltou para um pico de mais de cinco meses em relação ao dólar, adicionando 1%. Já o baht da Tailândia subiu 0,5%, atingindo seu nível mais alto desde 29 de junho.

  • Support
  • Platform
  • Spread
  • Trading Instrument
Comments Rating 0 (0 reviews)


você pode gostar também

Leave a Reply

User Review
  • Support
    Sending
  • Platform
    Sending
  • Spread
    Sending
  • Trading Instrument
    Sending