alexa certify
0

Covid-19 provoca queda nos preços das ações e do petróleo 

Na sexta-feira, houve uma queda nos preços das ações e do petróleo. A preocupação dos traders com a nova variante da Covid-19 intensificou o ocorrido.  Isso forçou o Reino Unido a impor restrições às viagens destinadas a determinados países. O Topix liderou a forte venda de ações, caindo 2,4% na sexta-feira. Vale salientar, que isso ocorreu após o Reino Unido cancelar voos diretos de seis países.

Os mercados de futuros viram as ações dos EUA caírem 1%. Os Índices europeus Stoxx 50 e London FTSE 100 devem declinar cerca de 2%. O Índice Hang Seng caiu 2,2% em Hong Kong, onde dois casos da nova variante foram confirmados. Ao mesmo tempo, há preocupações de que a nova variante possa desacelerar a recuperação econômica global. Isso pode isolar ainda mais o centro financeiro da Ásia, que possui um dos sistemas de quarentena mais rígidos do mundo.

Reflexo nas viagens aéreas

As viagens aéreas foram as que mais sofreram. A Cathay Pacific perdeu 3,6% devido ao aumento das restrições às viagens internacionais. Ao passo que a Japan Airlines caiu 6,6%. A variante B.1.1.529 Sars-Cov-2, vista pela primeira vez em Botswana, é a principal causa para o aumento nos casos de coronavírus na semana passada. Aparentemente, ela é imune às vacinas e tem poder de transmissão maior do que a variante Delta. Israel também proibiu viagens à África do Sul. Na sexta-feira, a OMS realizará uma reunião de emergência para discutir sobre a nova variante da Covid-19.

Novas restrições de viagens reduziram o rand sul-africano em 1,7%. Este é o nível mais baixo da moeda desde o ano passado. O peso mexicano e a lira turca também sofreram desvalorização. Os preços do petróleo estão sofrendo com a desaceleração do comércio global nos mercados de commodities. O valor do petróleo Brent estava em US$80,34, caindo 2,3%. Já o petróleo West Texas Intermediate declinou para US$76,14, sendo uma queda de 2,9%.

Ações da Ásia-Pacífico

No Japão, foi observada a queda mais significativa nas ações. O Nikkei 225 caiu 2,4%, enquanto o Topix perdeu 1,8%. As ações japonesas sofreram um aumento de 0,3% no Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de Tóquio. Embora o crescimento seja pequeno em comparação com o aumento da inflação em outras partes do mundo, ele foi o mais significativo na cidade desde o verão de 2020.

A desaceleração do mercado de ações reflete perfeitamente a intensidade da nova tensão. As preocupações com o aperto monetário nos EUA também são evidentes. Alguns membros do comitê de novembro do banco apoiam a aceleração do aperto do Banco Central. Ao mesmo tempo, o S&P/ASX 200 australiano caiu 1,4%. Já o Kospi da Coreia do Sul e o CSI 300 da China perderam 1% e 0,6%, respectivamente.

Ações de Tóquio e COVID-19

Todas as indústrias, incluindo imobiliárias, transporte aéreo e terrestre foram afetadas com a descoberta da nova variante da Covid-19. As ações estavam baixas desde o início, o que intensificou ainda mais a queda. As vendas aceleraram à tarde, quando o Índice Nikkei caiu 900 pontos, com uma perda de mais de 3%.

Segundo o estrategista de mercado, relatórios sobre a nova variante do coronavírus representavam um risco para ele. A sensação de incerteza é alta. Os especialistas temem que ela possa ser muito mais perigosa do que a variante Delta. Além disso, há o receio de que as vacinas contra a Covid-19 sejam ineficazes contra ela, devido à mutação do vírus. Muitos países restringiram voos vindos da África e decretaram regulamentos domésticos, com o intuito de prevenção.

As oportunidades de viagens podem cair devido a variante sul-africana. Além disso, ela pode colocar em risco a economia, os negócios e as vidas humanas.

A ANA Holdings caiu 4,5% e o Japan Airlines perdeu 6,5%. A East Japan Railway declinou 2,4%. As ações focadas nas exportações caíram com o iene forte em relação ao dólar americano. A Canon perdeu 2,0%, enquanto a Panasonic caiu 2,8%. Já a Mazda Motor e a Nissan Motor declinaram 2,7% e 1,6%, respectivamente. O volume de negociações na sessão principal aumentou para 1.302,90 milhões de ações.

 

  • Support
  • Platform
  • Spread
  • Trading Instrument
Comments Rating 0 (0 reviews)

Receba as últimas notícias sobre economia, negociação e forex na Finance Brokerage. Confira nossas instruções de negociação abrangentes e a lista das melhores das melhores corretoras de forex. Se você estiver interessado em acompanhar as últimas notícias sobre o Mercado Financeiro, por favor, siga Finance Brokerage no Google News.



você pode gostar também

Leave a Reply

User Review
  • Support
    Sending
  • Platform
    Sending
  • Spread
    Sending
  • Trading Instrument
    Sending