alexa certify
0

A Mercedes Benz e o escândalo das emissões de diesel

A Mercedes Benz é uma empresa alemã especializada em carros de luxo. O escândalo das emissões de diesel começou quando outra montadora alemã, a Volkswagen, se declarou culpada de manipulações em relação aos testes do motor a diesel. No entanto, o escândalo está longe de terminar, já que outras montadoras alemãs estão enfrentando uma investigação para identificar toda a extensão desse escândalo. As autoridades alemãs investigam a Mercedes Benz e suas atividades. A Autoridade Federal de Transportes Motorizados (KBA) está encarregada do inquérito. No domingo, a Daimler AG anunciou que, se for considerada culpada, a possível multa por essa violação será uma quantia bastante significativa de dinheiro.

A Daimler AG está cortando as receitas para este ano, e o escândalo das emissões de diesel também desempenhou um papel importante nessa decisão. As ações da empresa na bolsa de valores de Frankfurt caíram quase 4% na segunda-feira. Os lucros de 2019 devem ficar no mesmo nível de 2018, que foi de US$ 12,6 bilhões, o que é um golpe nos planos da montadora. Este ano, a Mercedes Benz planejava aumentar sua receita, mas agora é improvável que isso aconteça. Não é o primeiro episódio desta investigação. Em 2017, procuradores alemães revistaram escritórios da empresa como parte do inquérito em andamento. Além dos problemas na Alemanha, a Daimler AG tem outra questão, que é uma ação coletiva nos EUA, juntamente com sua empresa parceira, a Bosch. De acordo com o processo, a empresa tentou enganar os reguladores dos EUA. A investigação iniciada pela KBA continuará no futuro.

A extensão do escândalo

A perda de receita é um problema sério, mas, no caso da Mercedes Benz,  não é o único. Na sexta-feira, a KBA anunciou o recall de 60.000 SUVs equipados com a tecnologia que está reduzindo o sistema de controle de emissões. O Mercedes GLK SUV não é o único modelo que enfrenta o recall, já que outros modelos, como o C-Class e o E-Class, podem entrar nesta lista em breve. O número total de carros pode aumentar para 700 mil, de acordo com as informações mais recentes. No ano passado, em junho, as autoridades alemãs divulgaram um recall de 774.000 carros a diesel na Europa. A razão para este recall são os dispositivos proibidos que estão manipulando o nível das emissões.

Dorothee Cresswell, da Barclays Equity Research, destaca outro aspecto desse problema. Ela acha que o novo CEO, Ola Kaellenius, deveria abordar duas questões importantes. A primeira delas são os desafios operacionais e a segunda é a cultura corporativa da empresa.

O anúncio de domingo também incluiu as informações sobre outra divisão da Mercedes Benz que está produzindo vans. A má notícia para a Daimler AG é que as vendas de vans não são promissoras e não trarão lucro algum. Este ano, o retorno de vendas é de menos 2% a menos 4%.

O escândalo das emissões de diesel para a Mercedes Benz não é tão ruim quanto foi para o grupo Volkswagen. O custo deste escândalo para a Volkswagen foi de US$ 34 bilhões, que a empresa pagou em multas e outras despesas associadas.

A Mercedes Benz é uma das fabricantes de automóveis mais famosas do mundo. Este escândalo afetou negativamente sua reputação, mas a empresa pode recuperar a confiança de clientes e investidores.

  • Support
  • Platform
  • Spread
  • Trading Instrument
Comments Rating 0 (0 reviews)

Receba as últimas notícias sobre economia, negociação e forex na Finance Brokerage. Confira nossas instruções de negociação abrangentes e a lista das melhores das melhores corretoras de forex. Se você estiver interessado em acompanhar as últimas notícias sobre o Mercado Financeiro, por favor, siga Finance Brokerage no Google News.



você pode gostar também

Leave a Reply

User Review
  • Support
    Sending
  • Platform
    Sending
  • Spread
    Sending
  • Trading Instrument
    Sending